Futebol

Jornalistas argentinos elogiam Juan Sforza: ‘Um grande produto do futebol argentino’ | NETVASCO

Jornalistas argentinos elogiam Juan Sforza: ‘Um grande produto do futebol argentino’ Quinta-feira, 01/02/2024 – 18:12 – Sem dúvidas, o Vasco leva para casa um grande produto do futebol argentino. O tal produto é Juan Sforza, volante de 21 anos acertado com o Vasco. O clube fechou a compra do jogador junto ao Newell’s Old Boys para solucionar a busca por um camisa 5. Jovem, mas com a experiência de mais de 100 jogos na carreira profissional, o meio-campista é aguardado no Rio de Janeiro após a disputa do Pré-Olímpico, torneio que disputa como titular da Argentina. Os elogios a Sforza são unanimidade entre os jornalistas consultados pelo ge. Se não fosse comprado pelo Vasco, todos têm a certeza de que logo, logo o argentino estaria no futebol europeu. Por isso, o clube considerou válido pagar 5 milhões de dólares (R$ 24,6 milhões): no curto prazo, o volante será útil aos planos de Ramón Díaz para a temporada; no médio e longo prazo, a SAF pode recuperar o investimento e lucrar com o jogador. – O Vasco leva um jogador de futebol com grande projeção. Sforza ainda não atingiu o seu limite máximo. Pode dar muito mais. Com certeza com Ramón Díaz poderá crescer e contribuir muito para o clube. Não só no curto prazo, mas no futuro, porque certamente será um dos pilares do Brasileirão se conseguir se adaptar ao novo país e, essencialmente, ao futebol praticado no Brasil – declarou Mariano Bereznicki, jornalista do diário “La Capital”. Hoje, Zé Gabriel é o primeiro volante titular do Vasco. Jair disputa vaga no setor. Para o comentarista Rodrigo Coutinho, Sforza chega para ser o titular da posição, mas pode não emplacar de cara. – Ele pode resolver a função da camisa 5 do Vasco. Eu vejo ele com mais características para jogar ali pelo que ele tem no jogo dele. Possibilidade de distribuição de passes dele é excelente, visão de jogo, qualidade no passe, posicionamento à frente da área. Tem mais de 100 jogos pelo Newell’s, mas vai jogar em um clube bem maior que o Newell’s. Vai ter uma mudança de país, então temos que ter paciência, talvez não vamos ver o melhor dele de cara. Acho que vai ser um titular do Vasco na temporada – avaliou Coutinho durante live do ge. Juan Sforza estreou pelo Newell’s no dia 19 de dezembro de 2020, na vitória por 3 a 0 sobre o Godoy Cruz. Entrou aos 40 minutos do segundo tempo. Jogando com a camisa rubro-negra, foi comandado por sete técnicos: Gabriel Heinze (43 jogos), Javier Sanguinetti (27), Germán Burgos (14), Fernando Gamboa (12), Adrián Coria (8), Frank Kudelka (8) e Gustavo Tognarelli (1). Das 113 partidas que o volante disputou no Newell’s, 90 foram como titular. Marcou seis gols em seis torneios diferentes: Copa Maradona 2020, Copa da Liga Profissional 2022, Copa Argentina 2022, Liga Profissional 2023, Copa Sul-Americana 2023 e Copa Liga Profissional 2023. Um dos gols foi anotado contra o Santos, na vitória por 2 a 1, em junho do ano passado. – É um meia central, podemos dizer que misto, marca mais do que joga, mas tem um bom passe na saída de bola, gosta de jogar entre os zagueiros, com visão de jogo periférica. Mais recentemente, foi repreendido por jogar muito para trás. Ou seja, passava muito a bola para os zagueiros. Mas é um jogador que tem muita visão de jogo, que tem bom chute de fora de área. Tem qualidade, tem personalidade e vai somar muito ao Vasco da Gama – comentou Gonzalo Calvigioni, jornalista da rede “Somos Rosario”. Além da titularidade no Newell’s, onde veste a faixa de capitão, Sforza também é titular e capitão da seleção argentina pré-olímpica. Considerado uma promessa no país vizinho, ele sempre esteve nas listas de convocações das seleções de base. Leia análises sobre o provável reforço do Vasco: Rodrigo Coutinho – comentarista da Globo “Ele pode resolver a função da camisa 5 do Vasco. Eu vejo ele com mais características para jogar ali pelo que ele tem no jogo dele. Possibilidade de distribuição de passes dele é excelente, visão de jogo, qualidade no passe, posicionamento à frente da área. É um jogador muito jovem, tem mais de 100 jogos pelo Newell’s, mas vai jogar em um clube bem maior que o Newell’s. Vai ter uma mudança de país, então temos que ter paciência, talvez não vamos ver o melhor dele de cara. Sempre gosto de dar exemplo de jogadores que chegaram mal ao futebol brasileiro e hoje são unanimidade. Alguém questiona hoje o Jhon Arias e o Erick Pulgar? Os inícios dele em Fluminense e Flamengo, respectivamente, foram muito ruins. Inclusive, acho que o Sforza tem características muito próximas das do Pulgar. Ainda não está pronto como o Pulgar, mas o jeito de jogar é parecido. Volantes altos, esguios, têm facilidade para se mexer no meio-campo, bons na bola aérea. Sforza é um cara, pensando a médio ou longo prazo, para revenda, que pode ter mercado na Europa. Acho que vai ser um titular do Vasco na temporada”. Mariano Bereznicki – jornalista do diário “La Capital” “O Vasco adquiriu uma das joias do futebol argentino: Juan Ignacio Sforza. O jovem foi moldado no time juvenil rubro-negro com base no sacrifício e movido por uma técnica primorosa. É um meio-campista central que combina desarme e passe ao mesmo tempo. Ele torna tudo simples e com precisão de um cirurgião. É verdade que sob o comando de Gabriel Heinze não evoluiu. Mas todo o time sucumbiu com o Gringo, que acabou deixando o Newell’s depois de uma temporada para esquecer. No entanto, Juan tem um potencial enorme. Aos 21 anos, ele parece bastante experiente. Não é à toa que ele tem mais de 100 jogos e quase sempre mostrava uma versão regular. Ele é o coração do meio-campo. Também é verdade que nem tudo são flores na função de meio-campista. Ele tem falhas, como todo jogador. Embora muito poucas. Por alguma razão ele sempre esteve no radar de vários grandes clubes da Europa e sempre encantou os scouts. Seja pela sua simplicidade de jogar ou pelas suas incansáveis ​​idas e vindas pelo meio-campo. O Vasco leva um jogador de futebol com grande projeção. Sforza ainda não atingiu o seu limite máximo. Pode dar muito mais. Com certeza com Ramón Díaz poderá crescer e contribuir muito para o clube. Não só no curto prazo, mas no futuro, porque certamente será um dos pilares do Brasileirão se conseguir se adaptar ao novo país e, essencialmente, ao futebol praticado no Brasil. Sem dúvidas, o Vasco da Gama levou para casa um grande produto do futebol argentino”. Sforza, volante da seleção argentina pré-olímpica — Foto: Reprodução/Instagram Fonte: ge

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *