Futebol

Diretor de arbitragem da FFERJ fala sobre afastamento do árbitro de Nova Iguaçu x Vasco | NETVASCO

Diretor de arbitragem da FFERJ fala sobre afastamento do árbitro de Nova Iguaçu x Vasco Quinta-feira, 01/02/2024 – 17:51 Horas após a derrota vascaína para o Nova Iguaçu, em Uberlândia, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro afastou o árbitro Marcos Gonçalves Fernandes. De acordo com o entendimento da entidade, o profissional teve “falhas gritantes na parte disciplinar da arbitragem”. O comunicado foi realizado através das redes sociais. Com exclusividade à Super Rádio Tupi, Jorge Rabelo, diretor do comitê de arbitragem da Ferj, corroborou à ideia de que as falhas foram de um nível superior, além de ter explicado os porquês do afastado de Marcos Gonçalves Fernandes. “O Departamento de Arbitragem, através do comitê de política técnica, (tomou a atitude) em razão dos erros grosseiros cometidos pelo árbitro no jogo ‘Nova Iguaçu x Vasco’. Nós não podemos aceitar. A Ferj faz um investimento em uma pré-temporada; obviamente, nós, como responsáveis e gestores pelo departamento, temos nossa responsabilidade, mas estamos em um processo de renovação e, infelizmente, erramos na escolha do árbitro. Temos nossa responsabilidade. No entanto, não temos nenhum compromisso com o erro. Infelizmente, o árbitro errou e foram dois erros grosseiros e claros, que seriam para cartões vemelhos, não aplicados” – disse o diretor. Durante a partida, os jogadores vascaínos reclamaram bastante de duas entradas no atacante Rossi – a primeira foi a mais perigosa, já que poderia ter causado uma lesão mais séria no atleta cruzmaltino. “Esse tipo de conduta tem que servir de exemplo. Nós não admitiremos esse tipo de comportamento. Nós pregamos pela excelência e não abriremos mão disso. Por isso, a decisão foi pelo afastamento do árbitro do Campeonato Carioca 2024” – finalizou Rabelo. Na ocasião, o lateral-direito Cayo Tenório, do Nova Iguaçu, já tinha um cartão amarelo e o árbitro sequer marcou a falta. Anteriormente, a própria Federação já tinha se manifestado sobre o ocorrido através das redes sociais. Confira: VASCO TEM SEGUNDO PROBLEMA CONSECUTIVO COM A ARBITRAGEM Esta, no entanto, não é a primeira vez que uma polêmica com a arbitragem é notabilizada em partidas do Vasco da Gama. No último domingo (28), no empate em 2 a 2 contra o Bangu, o clube se manifestou contra o árbitro Tarcizo Pinheiro Caetano, que expulsou o volante Jair e marcou um pênalti contra o clube no último minuto de jogo. Na ocasião, a diretoria enviou um ofício à Federação, solicitando que o profissional em questão não volte a ser escalado para comandar as partidas em que o Vasco esteja envolvido daqui pra frente. Por conta dos erros, Tarcizo foi deslocado para um período de “reciclagem”. A Ferj, por sua vez, anunciou a adoção do VAR nos jogos dos times grandes a partir da sexta rodada, ou seja, a próxima do Estadual. Foto: Úrsula Nery/Ferj Fonte: Super Rádio Tupi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *