Programas infantis na televisão brasileira

A programação infantil na televisão brasileira sempre teve um papel muito marcante para os telespetadores, com algumas das personalidades que apresentavam esses programas a tornarem-se estrelas de televisão reconhecidas por quase todos os brasileiros. Houve grandes transformações na formas como os programas são feitos e apresentados e nos seus conteúdos, mas as grandes redes de televisão continuam a apostar no público mais novo tal como o fizeram décadas atrás.

O primeiro programa infantil na televisão brasileira chamava-se Clube do Guri e esteve no ar por mais de vinte anos na TV Tupi. Nesta primeira geração de programas para crianças, o entretenimento em direto com música e canções foi depois sucedido com o advento dos desenhos animados. A TV Paulista, mais tarde adquirida pela Rede Globo, veio trazer um novo formato aos programas infantis que passaram a ser apresentados como se de um noticiário se tratassem.

Foi nos anos oitenta que a programação infantil foi radicalmente alterada. O centro do programa era a apresentadora e nomes como Xuxa, Eliana e Angélica eram reconhecidos por todo o Brasil, tal a sua popularidade. O Xou da Xuxa teve um êxito tal que chegou mesmo a ser transmitido em outros países da América Latina, ao longo dos seis anos da sua duração.

No início do século XXI o formato foi sendo ligeiramente alterado com os programas para crianças a terem ainda um foco na apresentadora, mas sendo esta agora também uma criança, o que permitiu aos mais jovens uma cada vez maior identificação com quem veem no ecrã.

Finalmente, com a massificação do uso da internet, a interatividade passou a ter um papel preponderante na televisão direcionada para o público infantil. A possibilidade de, em direto, se poder participar em concursos, ganhar prêmios ou até mesmo falar com a apresentadora, é extremamente apelativo para o público mais novo.