Concursos na televisão brasileira

2000px-TV_Cultura.svg

Os concursos televisivos, ou “game shows”, são muito populares na televisão brasileira, recebendo significativos níveis de audiência entre o público de todas as idades. É Proibido Colar, da TV Cultura, com transmissão entre 1981 e 1983, foi um dos primeiros concursos de perguntas e respostas da televisão brasileira.

A Rede Bandeirantes apresentou “Melhor de Todos” durante os anos noventa do século vinte e mais tarde, “A Grande Chance” e “Quem Fica em Pé?”, programas com perguntas de cultura geral que ofereciam atrativos prêmios aos vencedores.

A Rede TV! teve também alguns concursos muito populares, até pelos prêmios em jogo, como acontecia em O Último Passageiro. Nesse show, grupos de escolas poderiam ganhar uma viagem de finalista para dezoito pessoas com tudo pago. Um concurso desta rede com um conceito inovador é “Receita Pop”, onde duas duplas de cozinheiros amadores dispõe de apenas vinte minutos para preparar um prato principal e uma sobremesa com não mais de vinte ingredientes que são normalmente adquiridos pelos clientes da rede de supermercados que patrocina o concurso. O prêmio é um ano de compras grátis.

A rede Globo teve vários destes concursos que muito entretiveram o público brasileiro. Alguns apostaram em provas mais físicas e não só em perguntas o que dava mais cor aos programas. Um bom exemplo era o Conexão Xuxa que aliava as provas de força e destreza física aos conhecimentos de cultura geral dos participantes.

Todavia, o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) é talvez o canal mais pródigo em concursos. O próprio proprietário da emissora, Sílvio Santos, foi o apresentador de doze destes programas, entre os quais destacamos o “Show do Milhão”, “Você É Mais Esperto que um Aluno da Quinta Série?” e “Bailando Por Um Sonho”. Um dos concursos de maior sucesso do canal de Sílvio Santos era o Fantasia, pois oferecia prêmios em dinheiro e permitia a participação telefônica dos espetadores. “Fantasia” contou com uma equipe alargada de apresentadores ao longo de suas quatro temporadas, que inclui Adriana Colin ou Jaqueline Petkovic (1997) até Caco Rodrigues e Helen Ganzarolli (2008).